Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

Amor é Ética. Ética é Amor.

Imagem
"Amai-vos uns aos outros"* é, sobretudo, uma orientação ética. Amar é viver o constante dilema de decidir e deliberar segundo o que seja melhor para todos. Logo, amor é ética, ética é amor. A ética e o amor requerem uma visão holística. Qualquer ação visando unicamente o indivíduo, sem considerar suas implicações para todos, não será ética, portanto não será amor.

A palavra amor tem a enorme responsabilidade de representar muitas coisas. Amor não cabe numa única descrição, ou num único sentimento ao qual se denomina amor. Muitos o associam imediatamente à paixão, tesão, carência, dependência. Podemos associá-lo à compaixão e solidariedade. Ou a desejar o bem do outro e agir voluntariamente para ganhar pontos no céu. Ou a afinidade gratuita e espontânea que se sente por alguém, sem necessariamente desejar copular com ela. Entre tantas outras associações, a ética é a que o representa de maneira mais abrangente, porque alcança além de um sentimento individual, e visa o que sej…

Vida: Colaboração ou Competição?

Imagem
A vida, como natureza e presença cósmica, é energia que flutua em média de colaboração. Assim é nos micros e nos macrocosmos nos quais o planeta também participa. A vida humana não deveria ser diferente em seu contexto. No entanto, não por força da vida, mas do pensar equivocado da cultura de competição, o viver humano é uma experiência de disputa sustentada pela necessidade de vencerem-se uns aos outros, apenas para que haja o mais, o maior ou o melhor. O reconhecimento deveria ser concedido a cada indivíduo pela parte em que sua existência coopera para o todo, porém ela é valorizada por quanto vença ao outro. Quem não participa da disputa, torce por um participante, e sente-se tão vitorioso quanto, quando este derrota seus semelhantes. Jogos, esportes, concorrências comerciais, guerras, tudo é transformado em duelos como única leitura possível de valor, sempre fundamentada na comparação. Durante a minha experiência como humano, isto tem sido o que mais me entristece, porque não me …

Por que ler DesapEGO?

Imagem
O fato de DesapEGO contar história de vida, o classifica como obra autobiográfica do autor. Mais do que uma classificação, é uma "narrativa escrita de fatos particulares das várias fases da vida do autor e outros personagens" a ele relacionados. Ora, e não é esta a definição sucinta que encontraremos para "biografia" no Google? – O fato é que normalmente não se escrevem biografias de pobres mortais vivos; no mínimo ele tem que estar morto, ou ser muito famoso para justificar terem o tornado "imortal". Daí a minha relutância em classificá-lo como um livro biográfico. Afinal, sou um pobre "mortal". Nem sequer inventei iphones!  Então, por que alguém se interessaria por ler o livro autobiográfico de um desconhecido? – Esta é a pergunta errada! A pergunta certa é: — Por que NÃO se interessariam em ler a história de vida de alguém que vive e sente situações parecidas, como você, que não aparece na televisão, não faz palestras, não sobe em palcos nem …

O mundo escrito nas estrelas

Imagem
O mundo é o que os escritores influenciam. Não são estes que escrevem os livros, as biografias, os roteiros de filmes e novelas, os espetáculos de teatro, as letras das músicas e os conteúdos de internet? Não são as leis também escritas? Ou as notícias? A mesma força que tem o escritor para mudar o que não é bom no mundo, também tem para dar continuidade ao que é tal como é, porque assim interessa que seja. Assim como acontece de um músico erudito se render à produção medíocre para ganhar dinheiro seguindo as ondas da mídia, por que um escritor também não estaria sujeito a produzir cultura segundo interesses que o financiassem? – Por isso, não tomo como verdade o que é dito por escritores mundialmente famosos, apenas por que o sejam. Reservo-me o direito de escrever na contramão do último pensamento da moda. Se é moda, eu desconfio. Embora seja aparentemente impossível escapar da influência, com o tempo ela se revela também a quem escreveu.

– Gutto Carrer Lima

Virando páginas

Imagem
Faço leituras da minha própria vida de modo que virar as suas páginas seja um prazer. A renovação está muito mais na aceitação, do que em batalhas vãs por mudanças que jamais irão ocorrer. Admiro quem consiga verdadeiramente virar páginas como se elas nunca tivessem existido, consumidas pela combustão espontânea da decisão pelo esquecer. Mesmo admirando aos que dizem ser capazes de superar as lembranças que não ajudam em nada, cá comigo não acredito que isso seja possível. Se eu queimar o meu livro, com todos os rascunhos inacabados dentre outros realizados, estarei queimando o melhor de mim, e sem o melhor de mim, não verei motivo para construir futuro. O mundo só existirá se eu existir nele. A questão é: à qual mundo posso existir? Querer nem sempre é viável e dever é pouco divertido, especialmente se não condiz com o que é possível. Entre páginas viradas e outras que virão, vou-me virando-me.

– Gutto Carrer Lima


Felicidade de Mãe

Imagem
Ela fica muito brava que a tampa da panela escape de suas mãos. Para ela, a culpa não é das suas mãos, é da tampa, que resolveu cair no chão! Nisso o telefone toca e ela fica imediatamente contente com quem está ligando; já nem pensa mais na tampa da panela. Em seguida, ranha com o pedreiro que fez o serviço mal feito, ou com quem guardou alguma coisa num lugar em que ela não está conseguindo achar. Mas nunca reclama da sua deficiência nos olhos que agravou-se desde sua infância até então. Disto, em ninguém ela coloca a culpa, nem em Deus! Nunca leu mensagens canalizadas ou foi beata de igreja, mas reza todas as noites antes de dormir por quem ela gosta e ama. Reza sem raiva ou tristeza, que ela não guarda nem alimenta. Com 81 anos, anda com dificuldade, e não para quieta fingindo que não se cansa. — Que cansada que nada! Tenho mais o que fazer do que ficar sentada! – E levanta cedo, mesmo quando atrasada.
De repente me pergunta:
— Guto, como vão as coisas? Tá feliz?
Eu digo que com t…

SOBRE ESTE BLOG:

Este é um espaço destinado às frases, crônicas, poemas e historinhas que não entraram no livro e a novos textos do autor. Escolha o tema pelo Marcador:

SIGA ESTE BLOG POR E-MAIL: