Despertar

Deito-me cansado. Não sei obedecer à minha própria ordem para dormir. Durmo sem perceber, sem pensar no embarque que espontaneamente acontece carregando-me no colo do futuro. Por algumas horas não estarei aqui, não estarei em lugar algum, e por não estar em nenhum lugar, estarei de volta ao acordar. Meu corpo me espera onde dormiu. Ao reencontrar-me com ele, sinto o despertar, esta interface entre o dormir e o acordar que a cada repetição me convida para a oportunidade única de reconhecer, por um instante, quem sou e onde estou. Sem obedecer, sem perceber e sem pensar. Isto é o despertar. O instante mais importante de cada dia, que instaura ordem natural no viver.

– Gutto Carrer Lima

Despertar

Comentários

SOBRE ESTE BLOG:

Este é um espaço destinado às frases, crônicas, poemas e historinhas que não entraram no livro e a novos textos do autor. Escolha o tema pelo Marcador:

Postagens mais visitadas deste blog

A que propósito atende DesapEGO - O Livro?

Dor: o princípio da Vida

Não é depressão, é desilusão

SIGA ESTE BLOG POR E-MAIL: